indicações

Diversas patologias podem ser tratadas pela Terapia Extracorpórea por Ondas de Choque (TEOC). Conheça algumas das principais indicações já comprovadas cientificamente.

Dois grupos de patologias são tratados pela TEOC. São eles:

 

1 - Entesites e lesões de tecidos mole

  • COTOVELO - epicondilite lateral (Tennis Elbow); epitrocleíte (Cotovelo de Golfista)

  • QUADRIL - tendinite ou bursite trocantérica

  • CALCÂNEO - fascite plantar (com ou sem esporão); tendinite aquileana

  • OMBRO - tendinite crônica do supra espinhoso (com ou sem calcificação)

 

2 - Pseudoartroses e retardos de consolidação

  • Escafóide, ossos do antebraço, úmero, fêmur, tíbia e outros .

 

Como a TEOC é, por excelência, indicada em patologias crônicas e persistentes, no caso das afecções de tecidos moles listadas no item 1, alguns critérios devem ser cuidadosamente observados. Somente se indica a TEOC quando o paciente já tiver realizado, pelo menos, duas modalidades de tratamento conservadores reconhecidamente eficazes, tais como antiinflamatórios, fisioterapia, infiltrações, acupunturas etc, sem obter resposta satisfatória.

Mais indicações aprovadas:

Tendinopatias crônicas

  • fascite plantar com ou sem esporão;

  • tendinite do calcâneo (Aquiles);

  • epicondilite lateral ou medial (cotovelo de tenista/golfista);

  • tendinite patelar;

  • tendinite dos adutores da coxa e pubalgias;

  • bursite/tendinite peri trocanterina;

  • bursite da pata de ganso;

  • tendinite fibular/tibial.

Tecidos ósseos

  • retardo de consolidação;

  • fraturas por estresse;

  • necrose óssea avascular;

  • osteocondrite dissecante.

Urologia

  • litotripsia (extracorpórea e transuretral);

  • Doença de Peyronie (indicações excepcionais).

Patologias musculares

  • Síndrome miofascial;

  • distensão muscular.

Feridas extensas com cicatrização retardada

  • escaras;

  • úlceras;

  • lesões de pele em diabéticos;

  • lesões por queimadura;

  • cálculos salivares;

  • espasticidade.

Usos sob condições experimentais

  • isquemia do miocárdio (extracorpórea/endocorporeal);

  • lesões de nervos periféricos;

  • prostatite abacteriana;

  • doença periodontal;

  • osteoartrite.